Navegar por Tags

Viagens

COISAS POR AÍ

Exposição Portinari Popular, no MASP


Sabe aquele programa cultural que você não pode deixar de fazer, por bem, aqui está! O MASP – Museu de Arte de São Paulo, um dos principais cartões postais de São Paulo e, o museu com o maior acervo de obras europeias fora da Europa, decidiu abrir seu acervo e revelar grande obras de um dos maiores artistas brasileiros: Candido Portinari

Chamada de “Portinari Popular“, a exposição conta com cerca de 50 obras do artistas onde o tema central é o popular: trabalhadores rurais, lavadeiras, cangaceiros, jogos, negros, indígenas, entre outros personagens populares. Continuar Lendo

COISAS POR AÍ

Dia dos Namorados: Lugares para conhecer em São Paulo sem gastar


Dia dos namorados aí e cadê o dindin para aquela surpresa super especial? Fugiu! Para você não fazer feio deste dia 12 de junho, aí vai três dicas super bacanas para você fazer bonito para seu love e sem gastar nadinha!

Mirante da Nove de Julho

A avenida Nove de Julho é uma das principais vias da cidade de São Paulo, dando acesso à lugares conhecidíssimos como a Avenida Paulista e o Parque do Ibirapuera. O que ninguém sabia é que em um dos seus viadutos – aquele bem pertinho do MASP – se escondia uma joia: um mirante. Desde sua construção o espaço foi esquecido e recentemente inaugurado para ser aproveitado por pessoas de todas as tribos. Hoje, depois de 76 anos, o espaço se transformou em um Centro Cultural com sala de cinema, co-working, café, e um restaurante delicinha com cardápio a partir de R$ 20,00. Uma opção incrível para os apaixonados de bolsos vazios.

 

Saiba mais no site . Continuar Lendo

COISAS POR AÍ

Conhecendo Cape Town – África do Sul


Quem acompanha a página do blog lá no Facebook sabe que eu fui picada pela sofrência do wanderlust e anda difícil de me separar dela. Para quem não sabe, wanderlust é uma palavra em alemão que significa o desejo de viajar, querer conhecer lugares diferentes, de não se sentir mais de um só lugar – ME DEFINE. Por isso, resolvi que não poderia sofrer sozinha e decidi compartilhar com vocês um dos lugares mais sensacionais que visitei: Cape Town, na África do Sul.

UMA BREVE AULA

A Cidade do Cabo, como é chamada em Português, é a capital legislativa da África do Sul e, também da província de Western Cape, e é considerada o lugar mais longe do continente africano. Foi fundada em 1652, por holandeses mas  tornou-se território britânico em 1814. O país se tornou livre em 1961.

Cape Town é considerada uma das cidades mais ricas do continente – como uma amiga angolana diz “a América da África” e, por isso, também teve sua participação na história da segregação racial daquele país: o apartheid. Foi em Cape Town que Nelson Mandela esteve preso por quase 20 anos, em uma prisão de segurança máxima localizada em uma ilha há 20 minutos de barco.

PAISAGENS

Se pretende conhecer Cape Town, leve um babador. Não existe um lugar sequer que você não achará a melhor vista da sua vida! Duvida?

Continuar Lendo

COISAS POR AÍ

Inspiração da Semana: Viagens


Vocês que me acompanham pela página do blog no Facebook já deve sabe que ando desesperada para viajar. Mas não é só viajar e pronto, estou sedenta de novas experiências, pessoas, perrengues… estou necessitada de uma vida com um pouco mais de cor e aventura. Mas como não dá pra largar tudo no momento e curtir o mundo, então vamos começar a sonhar por aqui mesmo. Por isso, resolvi fazer uma seleção das imagens mais bacanas dos lugares que pretendo conhecer ou voltar o quanto antes, Vai que você também não se empolga com esta inspiração da semana, hein?

Continuar Lendo

COISAS POR AÍ

Uma tarde em Santos


Em janeiro deste ano, depois de dias sem saber o que fazer, meu namorado e eu resolvemos levantar do sofá e aproveitar o dia em um lugar diferente. Como estávamos no litoral sul de São Paulo, a escolha foi fácil: resolvemos passar uma tarde em Santos.

Foi assim, do nada, não planejamos roteiro e não pesquisamos nada. A única referência que tínhamos era o centro histórico – até porque toda cidade tem um. E lá fomos nós, sem lenço e sem documento e a experiência não poderia ter sido melhor!

Chegamos lá aproximadamente às 14h e a primeira coisa que avistamos foi um bondinho circulando amarrotado de gente, e é claro que eu fiquei curiosa. Perguntei para a atendente de um café que paramos para nos abastecer e ela nos orientou sobre o caminho. O passeio dura cerca de 40 minutos e faz todo o trajeto histórico do centro: casarões importantes para a formação da cidade, a bolsa do café, o Monte Serrat, entre outros pontos turísticos, tudo com a devida narração de um guia contando todos os detalhes importantes sobre os lugares. O passeio é uma gracinha e custou apenas R$ 6,00.

Continuar Lendo