Navegar por Tags

viagem

Rio de Janeiro, Viagens

VÍDEO: O que fazer no Rio de Janeiro – Considerações Gerais


O que fazer no Rio de Janeiro

Vocês que acompanharam os 6 vídeos da série “#VaydaViaja – Rio de Janeiro” não podem perder as nossas considerações finais e saber o que fazer no Rio de Janeiro.

Convidei o Leonardo, meu namorado e parceiro de aventuras, para contar quais foram os lugares mais legais e aqueles que poderiam ter sido melhor, na nossa humilde opinião, e o resultado foi este vídeo divertido (mas um pouco longo, eu sei!)!

Dá uma olhada!

O que fazer no Rio de Janeiro?

Continuar Lendo

São Paulo, Viagens

Conhecendo o Museu da Imigração em São Paulo


Não é novidade para ninguém que o povo brasileiro nada mais é do que a mistura do mundo todo em um só lugar, a prova disso está no nosso dia-a-dia e podemos notar a influência de diferentes culturas em nossa comida, música, gírias e, inclusive, em nosso idioma. Mas nem todo mundo sabe como que esta mistura começou, por isso te convido para um passeio no Museu da Imigração

IMG_0394

Do ladinho da estação Bresser-Moóca, em São Paulo, está localizada a antiga Hospedaria de Imigrantes. Este espaço, inaugurado em 1887, era o principal abrigo para os mais de 2,5 milhões de imigrantes que chegaram ao Brasil com a promessa de uma vida melhor. Foram mais de 70 nacionalidades em 91 anos de funcionamento.

Além de um lugar para dormir, a Hospedaria era um espaço destinado para os primeiros cuidados dos recém chegados ao país. Lá havia uma central de serviços médicos, correios, posto policial, lavanderia, cozinha, refeitório e serviços odontológicos. No prédio também estava localizada a sede da Agência Oficial de Colonização e Trabalho. Continuar Lendo

Litoral Paulista, Viagens

Uma tarde em Santos


Em janeiro deste ano, depois de dias sem saber o que fazer, meu namorado e eu resolvemos levantar do sofá e aproveitar o dia em um lugar diferente. Como estávamos no litoral sul de São Paulo, a escolha foi fácil: resolvemos passar uma tarde em Santos.

Foi assim, do nada, não planejamos roteiro e não pesquisamos nada. A única referência que tínhamos era o centro histórico – até porque toda cidade tem um. E lá fomos nós, sem lenço e sem documento e a experiência não poderia ter sido melhor!

Chegamos lá aproximadamente às 14h e a primeira coisa que avistamos foi um bondinho circulando amarrotado de gente, e é claro que eu fiquei curiosa. Perguntei para a atendente de um café que paramos para nos abastecer e ela nos orientou sobre o caminho. O passeio dura cerca de 40 minutos e faz todo o trajeto histórico do centro: casarões importantes para a formação da cidade, a bolsa do café, o Monte Serrat, entre outros pontos turísticos, tudo com a devida narração de um guia contando todos os detalhes importantes sobre os lugares. O passeio é uma gracinha e custou apenas R$ 6,00.

Continuar Lendo