Navegar por Tags

mercado de trabalho

MEU TRAMPO+

Conheça o projeto “MEU TRAMPO+”


Se você me segue no Instagram, tem visto que tenho andado um pouco inquieta sobre a situação das pessoas gordas no mercado de trabalho. E essa inquietação me levou a fazer uma série de enquetes e perguntas para meus seguidores, que me deixaram extremamente assustada com os resultados.

Não que já não soubesse que o mercado de trabalho – assim como a sociedade como um todo – invisibiliza o gordo e questiona suas habilidades profissionais, apenas por sua aparência. Mas não imaginei que fosse tanto!

Para se ter uma ideia, das pessoas gordas que participaram da enquete que fiz nos meus Stories, 56%perderam alguma vaga de emprego por serem gordas, 42% tiveram suas habilidades profissionais questionadas por sua aparência, 71%deixaram de aplicar para alguma vaga por acharem que a empresa não contrataria gordos e, 33% acreditam que ser gordo é um impecílho para seu crescimento profissional.

Assustador!

Uma matéria de 2011 do Bom Dia Brasil afirma: sete em dez empresários no Brasil não querem contratar pessoas gordas. De acordo com um consultor de RH entrevistado,  ele costumava receber orientações para não contratar pessoas gordas sob o seguinte argumento:

“Gordo tem problema de autoestima, gordo é estressado. Eu não gosto e não quero trabalhar com gordo aqui na minha empresa”.

A reportagem também afirma que o candidato sequer fica sabendo que não foi contrato por sua aparência. Fato que ficou muito claro nas enquetes no Instagram: 88% das pessoas que responderam disseram que não foram informadas que seu peso foi o motivo da desclassificação.

Depois de muito analisar estes números, conversar com profissionais e tentar entender como poderia ajudar a mudar este cenário, cheguei a conclusão de que não basta apenas qualificar a pessoa gorda, temos que criar conexões e buscar alternativas para a colocação do gordo no mercado de tabalho, além de prepará-lo para as dificuldades que ele certamente encontrará na busca por uma colocação profissional.

E pensando em tudo isso nasceu o projeto MEU TRAMPO+.

Projeto Meu Trampo Plus Continuar Lendo