Navegar por Tags

História

COISAS POR AÍ

Conhecendo o Museu da Imigração em São Paulo


Não é novidade para ninguém que o povo brasileiro nada mais é do que a mistura do mundo todo em um só lugar, a prova disso está no nosso dia-a-dia e podemos notar a influência de diferentes culturas em nossa comida, música, gírias e, inclusive, em nosso idioma. Mas nem todo mundo sabe como que esta mistura começou, por isso te convido para um passeio no Museu da Imigração

IMG_0394

Do ladinho da estação Bresser-Moóca, em São Paulo, está localizada a antiga Hospedaria de Imigrantes. Este espaço, inaugurado em 1887, era o principal abrigo para os mais de 2,5 milhões de imigrantes que chegaram ao Brasil com a promessa de uma vida melhor. Foram mais de 70 nacionalidades em 91 anos de funcionamento.

Além de um lugar para dormir, a Hospedaria era um espaço destinado para os primeiros cuidados dos recém chegados ao país. Lá havia uma central de serviços médicos, correios, posto policial, lavanderia, cozinha, refeitório e serviços odontológicos. No prédio também estava localizada a sede da Agência Oficial de Colonização e Trabalho. Continuar Lendo

COISAS POR AÍ

Dia internacional da mulher: Não dê parabéns, dê apoio!


Todos os anos, quando chega o mês de março, os meios de comunicação transbordam de campanhas publicitárias em homenagem às mulheres e os shoppings se forram de amor e promoções incríveis para você presentar presenteá-las. Mas você realmente sabe o motivo de existir um Dia Internacional das Mulheres?

Não?! Então vamos resolver isso com um resumo bem rapidinho!

Segundo contam, o Dia Internacional da Mulher nasceu como uma forma de não esquecer o incêndio em em Nova York que matou cerca de 130 mulheres em uma fábrica de tecidos. Este incêndio aconteceu em 1857 em represália às mulheres que ocuparam a fábrica em protesto às péssimas condições de trabalho tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas, equiparação de salários com os homens e um tratamento digno dentro do ambiente de trabalho. Em resposta às reivindicações, os donos da fábrica de tecidos resolveram acabar com o problema trancando todas as manifestantes dentro de seu galpão e ateando fogo, matando todas que ali estavam.

Continuar Lendo